quinta-feira, 14 de julho de 2011

Saturno, a Oportunidade













                                                                               

                                            Saturno, a Oportunidade


Seguindo a linha de procurar dar uma definição clara sobre os pontos-chave de uma carta astral, oferecemos agora o que consideramos ser uma das definições mais compreensíveis dadas pelo Mestre Tibetano a Alice Bailey sobre a função de Saturno.

É preciso levar em conta que para que um ser humano interprete a dificuldade como uma oportunidade, antes este ser deve iniciar o Caminho de retorno ao Pai. Este Caminho começa quando o homem começa a ficar cansado do afã de empreender ações em busca de “algo”, e pouco a pouco e com esforço, aprende a capacidade de transmutar a intensidade de uma ação em uma virtude, que mostra a cor da Alma e sua capacidade de serviço.
Não é tanto realizar uma ação por um impulso “cego”, mas pela sensibilidade (consciência) que obtemos ao compreender e aceitar o outro.


Definição, extraída do livro Astrologia Esotérica:

a seguinte declaração que gostaria de fazer é que as energias do zodíaco, do planeta e do sistema atuam como forças obstaculizantes ou estimulantes, segundo o tipo de veículo ou corpo sobre o qual atuam. A natureza destes veículos e sua capacidade de atrair, responder, afastar, absorver e transmutar, dependem totalmente do grau de evolução obtido e também da condição geral planetária e psicológica em que se encontra a família humana em determinado momento. A compreensão destes efeitos obstaculizantes ou estimulantes, pode ser facilmente alcançada pelos que são capazes de captar a natureza das atividades do planeta Saturno, o qual condiciona principalmente o grau de evolução onde é possível fazer uma escolha definida e aceitar ou afastar conscientemente a oportunidade, e também onde a responsabilidade pessoal se torna um fato reconhecido em uma vida planejada e ordenada. Este ponto do processo evolu­tivo humano está descrito no Antigo Comentário com frases simbólicas:

Em meio às turbilhonantes forças, permaneço confuso. Não as conheço, pois durante todo meu passado me impulsionaram daqui para lá no lugar onde atuava cego e inconsciente. Impeliram-me de um lugar a outro, de um ponto para outro, de cima para baixo desta terra, e não achei lugar onde repousar.
Agora as conheço e aqui permaneço e não me moverei até conhecer a Lei que rege este ir e vir na Terra. Posso girar e voltar meu rosto para os distintos caminhos, enfrentar amplos horizontes e, no entanto, ainda permaneço
Eu mesmo determinarei o Caminho a seguir. Então avançarei. Não viajarei daqui para lá na Terra nem girarei no espaço. Mas avançarei”.


Uma vez assimilada a leitura, é interessante observar em que casa do nosso horóscopo está situado o nosso Saturno Natal, e ver nela o lugar onde está a dificuldade ou oportunidade que tende a se manifestar no mundo exterior.



Há um tempo perguntaram a um Homem Sábio:

  • Mestre, o que crê que seja o pecado?

E Ele respondeu:

  • Uhmm … o pecado é se repetir.



                                                                                                                 Grupo Logos

                                                                

Nenhum comentário:

Postar um comentário