domingo, 28 de abril de 2013

O regente esotérico de TOURO






Touro

Estamos em Touro e a natureza o mostra através do seu magnífico esplendor. Touro é a energia mais relacionada com a beleza sensual e exuberante da natureza, a mãe nutridora que nos acolhe e nos permite a experiência.

As formas em Touro estão em sua máxima expressão (exaltação da Lua) gerando com isso as palavras-chave para o Touro exotérico ou materialista: desejo da forma, luta por possuí-la.

Em Touro, Vênus, o regente exotérico ou a força da personalidade, se expressa através do corpo astral, desejo versus forma; o corpo físico-emocional tem tanto poder que condiciona inevitavelmente o corpo mental, forçando-o a se subordinar à investida do touro. A mente trabalha para o desejo e este impulsiona a tríade inferior a lutar por sua realização. A personalidade taurina muitas vezes se mostra com uma forte tendência à teimosia, com um brusco poder para alcançar a posse do objeto desejado.

Isto em si mesmo não é incorreto, a própria mãe natureza com suas vitais interações reprodutoras de vida nos mostra a necessidade desta atitude. Mas o homem é diferente do animal; o reino do ser humano é aquele que tem seus pés ancorados nas leis da mãe natureza, mas, em paralelo, tem a necessidade de olhar para o “céu” e indagar sobre os mistérios que são intuídos em sua imensidade. O ser humano abriga a curiosidade pelo mistério da Vida e a natureza-forma deve ser o correto receptor e expressão destes mundos desconhecidos.

A raça humana, em algum momento muito longínquo da sua história, desvirtuou esta magnífica relação com a mãe natureza, e converteu a sua capacidade de modelar novas formas que abrigam descobertas sempre superiores, em um desejo centralizado de possuir e não querer compartilhar para avançar, isto inevitavelmente gerou um controle egoísta da forças e, portanto, uma traição às próprias leis de espontaneidade. Inevitavelmente isto demanda uma reestruturação implementada através da lei de causa e efeito.

Compreender que tudo chega por direito próprio natural, saber distinguir entre desejo egoísta (impositivo) e desejo natural (necessidade), é o primeiro passo necessário que todo ser humano deve aprender a dar antes de poder deixar de ser o que em muitas outras vidas foi em demasia: uma força bruta (touro).

A dor que o desejo irrealizado gera e as dúvidas e medos da dualidade desejo correto ou incorreto, obrigam o indivíduo a fazer um esforço e, através da aceitação, poder desapegar a mente do corpo emotivo-astral, obtendo com isso uma discriminação e um discernimento mais objetivos com seu nível evolutivo real. O reequilíbrio e crescimento interior se convertem em um “desejo de projeção interna”.


Vulcano "o forjador"
Neste último processo é onde o regente esotérico de Touro cumpre a sua função: Vulcano. Este planeta tem a qualidade de saber moldar o forjar a poderosas forças do “touro” através do desejo da Alma. Para isso a palavra-chave é aspiração*. Este conceito significa pegar algo externo e levá-lo ao interior. Quando o indivíduo evoluído é capaz, através da aceitação e do correto pensar que a tranquilidade oferece, reunir as suas diferentes e poderosas forças pessoais, muitas vezes destrutivas, e dirigi-las ao seu mundo interior, para que façam contato com “a verdade do seu coração”, está demonstrando a si mesmo e ao entorno que a maravilhosa Flor que nos oferece a mãe natureza não deve ser arrancada pela força de um desejo cego de possuir, mas, antes, ser respeitada, escutada, admirada ou acariciada pelo misterioso desejo que gera o poder da sua fragrância.


*O primeiro passo para uma correta aspiração é renovar, com a reflexão mental objetiva, os nossos valores ou ideais motivadores. Referidos valores estão concretizados nas qualidades do nosso signo ascendente. E também, sempre e quando tenhamos consciência dele, estão inscritos nos "dons" do Raio regente da nossa Alma. Na ressonância destes novos valores em nosso coração reside o poder motor de transformar o desejo em aspiração.










As palavras que regem Touro são:


“Eu vejo e quando o olho esta aberto tudo é luz”


A frase dá a entender que primeiro há que ver, ver nosso interior, nossa realidade causativa e, através do poder que isto nos oferece, deixar que a nossa consciência modele uma nova forma de expressão, que nos permita andar na clara luz do caminho do meio.




Astrologia

  • A Lua está exaltada em Touro e Vênus dignificado, demonstrando com isso o poder que tem a beleza (Vênus) da forma (Lua) neste signo.

  • Vênus não deve nunca ser deixado à margem, pois como planeta sagrado que é, sempre tem o seu papel. Neste caso, uma vez dado o passo para Vulcano, Vênus oferece a capacidade de saber compartilhar a beleza sem ser um touro cego pelo desejo.

  • Vulcano é um planeta não descoberto, mas que os livros esotéricos o situam perto, muito perto da órbita solar. Portanto, do ponto de vista da interpretação, em um horóscopo de um ser evoluído com ascendente em Touro, podemos substituir o Sol pelas funções modeladoras deste planeta. Neste caso haverá que saber contrapor a força do signo solar e seu regente exotérico (personalidade), com o papel do Sol velando Vulcano  regente do ascendente (Alma). O Sol pode ser analisado destes dois pontos vista.

  • Touro-Escorpião: esta dualidade é a contraposição diretora que gera a dor e a necessidade no taurino para que possa redirigir a sua poderosa força como aspiração. Escorpião é capaz de manter o desejo e o objeto desejado como real ou falso, neste sentido a "dor" (desilusão) de Touro depende muito desta capacidade de Escorpião para criar e destruir, já que a sua “nobreza” obstinada e centralizada não lhe permite pensar que seu desejo possa ser egoísta e, portanto, destruído e reconduzido.



Raios

Em Touro estão presente o 5R através de Vênus, 1R através de Vulcano, 3R através da Terra (Touro é um signo de terra, com uma forte relação com nosso planeta).

Se observamos que os 3 raios são ímpares, dando a entender a dificuldade que tem a força-energia taurina para ser introvertida e dirigir o olhar para o interior. A oportunidade aqui está em compreender que Vênus é o instrumento do Amor e não do desejo, que Vulcano é um planeta Construtor não destrutor e que a Terra é o aconchegante campo para experimentar estas duas qualidades de maneira objetiva.

Touro em muitos sentidos é um signo difícil, devido a que a palavra “desejo”· esta implícita na raiz de tudo aquilo que evolui para o Uno, talvez, no caso do ser humano, o segredo das suas dinâmicas se esconda na frase:

O homem faz forte os devas (forças construtoras) com sua objetividade, e de outro lado eles nos dão a alegria, o magnetismo e a vitalidade”





David C. M.


Nenhum comentário:

Postar um comentário