domingo, 2 de fevereiro de 2014

O regente esotérico de Acuario


                   





O PORTADOR DE ÁGUA

Das 12 constelações celestes, três contêm figuras humanas que nos mostram, em seu simbolismo, o significado do Caminho que o ser humano deve realizar:
 
  • os dois irmãos” (Gêmeos): é a comunicação entre as dualidades. Espírito-Matéria, Alma-Personalidade, Mente-Coração,…, nesta vital dinâmica e intuitiva inteiração, o homem ou mulher experimentam a vida.
  • a mulher com espigas” (Virgo): é a capacidade receptiva e construtora que reside, ao nascer, na matéria virgem. A pureza da mãe natureza tem como função nutrir, purificar e estruturar a interação dual dos “dois irmãos”, com o fim de produzir o fruto da união. Virgo é um signo tríplice, a relação entre dois sempre gera um terceiro, e este é protegido e criado pela Virgem.
  • o homem do cântaro de água” (Aquário): é “o parto”, o nono signo a contar de Gêmeos. Esta energia é a liberação do que foi protegido pela Mãe. O homem do cântaro permite que a realidade interna purificada saia para o exterior e libere a sua sabedoria. Aqui, a experiência é utilizada para a aplicação da justa medida: correto serviço.


A intuitiva comunicação para relacionar as dualidades de Gêmeos é transformada em intuitivo serviço dirigido em Aquário, graças ao trabalho constante, interno e nutritivo da Mãe Virgem em Virgo. 
 
O ser humano tem como destino superior amar ao seu irmão como a si mesmo. A consciência Aquariana é a Luz na escuridão, aquele que te dá a mão. 


 




O GRUPO        

Cristo nos falou deste signo quando seus “amigos” perguntaram sobre o lugar onde seria realizada a “santa ceia”: “Ide à cidade e encontrareis um homem com um cântaro de água e, na casa em que ele entrar, segui-o” (Lucas 22:10)

Esta frase, com o que ocorreu mais tarde através dela, nos oferece uma valiosa informação sobre as qualidades da, já, era de Aquário. O homem do cântaro de água marcou o “espaço” onde os 12 se converteram em 1. Ali, todos participaram por igual, ninguém foi melhor que ninguém, todos (inclusive o traidor), tiveram a oportunidade de expressão, ninguém foi julgado, e todos compartilharam companheirismo e amizade. Juntos marcaram os passos a seguir para oferecer o serviço correto. Cristo, o nexo de união, lhes lavou os pés, demonstrando com isso a necessidade de pureza e humildade para conquistar o objetivo. 
 
A grande virtude de Aquário será mostrar ao mundo através das inter-relações grupais que ninguém é melhor que ninguém, e que nesta capacidade de não julgar, de não pressionar, oculta-se a liberdade que unifica. O ser humano livre se reconhece na responsabilidade para seus semelhantes, e dali a alegria aflora a seu coração.









REGENTES

Urano “a mente cósmica”, “o raio”, a dinâmica energia capaz de dar clareza ao mistério. Rasga o véu, mostrando novos caminhos.
No homem ou mulher comum, esta sagrada energia não pode ser corretamente interpretada, pois a mente está excessivamente condicionada pelo desejo egoísta. Neste estado, a mente é volúvel, instável, errática, precipitadamente ativa. Há falta de atenção, a mente concreta não tem silêncio e os impulsos elétricos de Urano não encontram lugar adequado de ancoragem, gerando com isso atividade excêntrica. Em definitivo, a poderosa identificação com “os lindos caprichos do desejo” mantêm o aquariano pouco espiritual ligado à parte mais material da vida. Com este tipo de consciência, as qualidades sagradas de Urano não podem ser bem aproveitadas.


Seria esse o processo geminiano mais primário, onde um irmão é muito mais potente que o outro. Atuamos para desejar-possuir o que cremos que não temos, sem atender a realidades superiores.
Esta etapa é longa, mas pouco a pouco, o irmão pequeno cresce através da aquisição de autoconsciência, (LEO), junto com a incipiente necessidade de fusionar, (VIRGO), referida autoconsciência com a “misteriosa” sensação interna de que na vida há algo mais que um Eu pessoal.
À medida que a fusão se realiza, paulatinamente o anseio de ajudar os demais aumenta no ser humano. Nesta etapa evolutiva, os dons de Aquário se fazem sentir através de Júpiter.


Regente esotérico:
Aqui, Júpiter, o planeta da expansão, oferece através de Aquário altruísmo, generosidade, empatia, síntese. O anseio de ajudar, simbolizado na bondade da Virgem Mãe, encontra canais de expressão e o Leão, o poder da autoconsciência, encontra sua contraparte não individualista. Chegado o momento, Aquário, “O homem”, se exterioriza e se projeta na interação social. Ação e reação entre amigos, e no grupo…, tudo entendido a partir do amor impessoal e, graças a isso, tudo compreendido a partir da clareza do desapego.

Aqui chegados, Urano é capaz de dar o melhor de si, desvelando, através das formas lunares básicas, as autênticas verdades do “Mistério” da Vida.


Júpiter, o planeta do Amor, da expansão, oferece a união da mente com o coração, e isto em Aquário, com sua impessoalidade característica, é utilizado para refletir no exterior realidades fraternais, (grupos), onde se interatua a capacidade de serviço.









A frase para a Alma:


                 Eu sou a água da vida, vertida para os homens sedentos”




A frase ressalta o conceito de ser água da vida, como também a intenção de utilizá-la. Observando a figura do signo de Aquário, podemos distinguir nela três partes: Homem-cântaro-água, unidas através da ação intencionada.
  • Homem: Ele decide verter a água que o jarro contém. Portanto, na figura humana atua a vontade, é o Espírito com propósito.
  • Cântaro: É o lugar que contém a água de vida. Referida forma está no meio, em contato com o Espírito e, por sua vez, em contato com a Mãe nutridora. O cântaro é a Alma mediadora, a receptora da intenção e, ao mesmo tempo, a que permite que a intenção seja expressa. Ela dirige, é a justa medida inteligente e amorosa, e ao se refletir é capaz de purificar a Personalidade para que esta mostre intenção espiritual.
     
  • A água da vida: É a personalidade purificada. É a substância que flui através dos três mundos de expressão, (fisico-emocional-mental). Os três integrados são a força para expressar Vida e Amor em Sociedade.




RAIOS:
 
Em Aquário, a clareza mental se concretiza, (5Raio), como a capacidade de unir o coração com a mente, (2Raio), para assim oferecer a vontade de ser e conhecer uma dinâmica real e organizada (7Raio) de serviço altruísta. Tudo isto se realiza no conflito do viver diário, na ação e reação do dia a dia que produz harmonia (4Raio).












É Aquário um signo de atitude fría?

Aquário, na astrologia tradicional e devido à importância que damos ao aspecto emocional, tem “fama” de ter uma atitude distante e fria, mas na realidade, por trás desta falsa impressão, o sujeito de aquário esconde a necessidade de criar um espaço vital, livre de pressões emocionais, físicas e inclusive mentais. Não há que confundir o desapego com o desafeto.
Do espaço vital da impessoalidade, o “portador de água” gera encontros onde o “TU” se mescla com o “EU”, as liberdades são compartilhadas, as necessidades intuídas, a consciência é compreensão, a mão se aplica.


A Luz de Aquário permite a liberdade na diversidade, viver e deixar viver, fraternidade.



David C.M. (logos.astrologiaesoterica@gmail.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário