segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Urano e o conhecimento do oculto






                             Urano e o conhecimento do oculto


O desejo, tanto o egoísta como o necessário, converte-se em aquisição de conhecimento, e o conhecimento do que está oculto em qualquer etapa do caminho de evolução relaciona o indivíduo com Urano.

A situação de Urano no horóscopo (casas, aspectos, regências) nos indica as possibilidades de conhecimento que mascaram os nossos desejos. É uma evidência para a astrologia exotérica e esotérica que Urano mostra seu poder para nos dar independência, dinamismo e desapego e, assim, conquistar um conhecimento claro sobre a nossa individualidade original. Urano, através de seus trânsitos, sobretudo em casas angulares e com aspectos duros com outros planetas, revela o que o caminhante no caminho necessita descobrir para avançar.

Por exemplo, uma quadratura cerrada aplicativa de Mercúrio para Urano, na carta natal, pode perfeitamente causar sérios problemas na comunicação desde a infância e, portanto, na aprendizagem.

Subjetivamente falando, tal quadratura gera dificuldades para materializar (VII Raio) a harmonia (IV Raio). A capacidade criativa da pessoa afetada para gerar beleza não pode se mostrar externamente de forma organizada e mágica.

Estas dificuldades são o reflexo externo de algum tipo de conflito interno, e evidentemente na infância-adolescência tal dificuldade mostrará frustração, e inclusive atitudes compensatórias, e já em certa idade estará pressionado pelo conflito, quando a pessoa afetada mostrará os desejos e capacidades que lhe outorgaram experiência - conhecimento.

Astrologicamente Urano muitas vezes é um agente cármico para alcançar maior despertar, enquanto que Mercúrio é a ponte de união das diferentes consciências ou planos internos.   Os "matizes" deste conflito ou oportunidade e a gestão que será feita disso virão marcados pelo: 

- signo solar, seu regente e a casa que ocupa 
- o corpo cármico em manifestação (Saturno-Lua)  
- o nível de consciência que nosso protagonista possa ter de a qualidade do seu signo ascendente e o regente esotérico do mesmo. 



Alguém poderá se perguntar: que necessidade há de saber tudo isto se, finalmente, a pessoa deverá enfrentar de todas as maneiras a dificuldade a contar da sua própria realidade ou lugar no caminho? A resposta é simples: quantas vezes escutar uma linda música, passear pela natureza ou ler um bom livro nos ajudou a compreender e assim a avançar em nossas preocupações?

Saber utilizar a mente abstrata em relação com a concreta é algo que nos aproxima a uma realidade mais sincera.




O caminho

As etapas do caminho de crescimento estão intimamente vinculadas com o simbolismo das três cruzes nos céus e sua relação com Urano.

1- Cruz mutável - Consciência da personalidade:

Nesta primeira etapa o desejo está muito condicionado pela atração para a forma aparência, isto gera a necessidade de adquirir experiência nos três mundos (físico-emocional-mental concreto).

Urano, com seu dinamismo espontâneo, oferece circunstâncias para adquirir conhecimento e crescimento da personalidade.

Este é o caminho do homem ou mulher comuns, a energia de Urano não é corretamente interpretada devido à falta de atenção, demonstrando-se como dificuldade, mente volúvel, versátil, instável.


2- Cruz Fixa - Consciência da alma:

Nesta etapa o desejo principal está relacionado com a necessidade de adquirir autoconsciência (capacidade de dirigir a personalidade) e a confiança que esta conquista traz. Este desejo surge do sofrimento que gera a experimentação dual que se tem da vida nesta etapa.

Urano gera a oportunidade de conhecer o Caminho do meio, tão necessário para o surgimento da alma.

Este é o caminho das 3 etapas do discípulo/a (probacionário, 1ª e 2ª iniciação) Esta conquista está relatada de forma sublime no Bhagavad Guita, no qual Arjuna é a personalidade e Krishna é a alma.


3- Cruz Cardinal - Consciência do Espírito:

Nesta etapa final, o desejo principal é expressar a autoconsciência, adquirida na cruz fixa, como uma forma de serviço aos demais. Os poucos que estão nesta etapa são impelidos pelo desejo de que seus semelhantes conheçam o Caminho que eles percorreram.

Urano oferece a capacidade de dar estrutura externa à vontade interna de oferecer correto serviço, a “originalidade” de ser água da vida para o sedento.

Este é o caminho do iniciado que alcança a maestria. A intuição e sua aplicação correta através da mente abstrata e concreta são suas claves.




As novas energias

Nesta Nova Era, Aquário (amor fraternal) junto com o 7° Raio (luz na matéria) vão permitir que este Caminho de aquisição de conhecimentos sobre as formas, a autoconsciência ou a vida, seja experimentado e vivido na Terra como algo concreto e estruturado, tanto científica como socialmente falando. Em relação às aparências, já foram dados grandes passos, mas, em relação ao poder da alma e do espírito, continuam existindo muitas dúvidas, mas o próprio Mestre DK, através de Alice Bailey, nos diz que nesta Era vindoura se fará algum tipo de demonstração científico-psicológica sobre a existência da alma como uma energia de eficácia real no ser humano. Assim será, graças a que em Aquário o 7° raio está muito ativo, e é precisamente a qualidade que este raio mostra através de Urano que materializará em conhecimento o desejo de muitos.

O 7° Raio, através de Aquário – Urano é a energia que estrutura na matéria a vitalidade divina, utilizando para isso a benignidade de Júpiter.



David C. M.





Nenhum comentário:

Postar um comentário