quarta-feira, 31 de outubro de 2012

7 Raios 7 Planetas



                     
                         7 raios (qualidades) 7 planetas (sagrados).

Os 7 raios são as 7 energias básicas que vivificam e constroem através da matéria básica primordial (prakriti) todas as formas do universo, conduzidos e regidos pela “mente de Deus” ou propósito primordial.

Raio é o termo aplicado a uma força ou a um determinado tipo de energia que enfatiza a qualidade que exibe tal força, e não o aspecto forma que ela cria. Esta é a verdadeira definição de raio. (Alice Bailey - Psicologia Esotérica I, 250)

Portanto, quando falamos de raios, não falamos de formas expressas, mas das consciências ou qualidades que estas aparências contêm.

Este setenário energético está presente em todos os lugares do universo, e em relação ao nosso sistema solar, seus órgãos de expressão são os 7 planetas sagrados, que para a astrologia da Alma são: Vulcano (não descoberto), Júpiter, Saturno, Mercúrio, Vênus, Netuno, Urano.

Colocando de forma simples, nosso sistema solar tem 7 chacras  (planetas) que condicionam toda a sua qualidade expressiva. Este padrão tem reflexo em nosso microcosmo em suas 7 chacras (glândulas).

Aqui faremos uma reflexão sobre estas 7 energias em nós de um ponto de vista psicológico e tendo em conta a dualidade: mas evoluído - menos evoluído. A dualidade neste caso é uma ferramenta que nos serve para poder aprofundar nos conceitos através da comparação e o reconhecimento, não para estereotipar o ser humano, já que este é, por essência, muito mais que uma dualidade, é um todo que recebe, assimila, experimenta, compreende e evolui.

A consciência sempre é a regente deste processo, quanto maior consciência, maior capacidade de compreender e dirigir a qualidade do raio – planeta implicado e menor dependência do aspecto forma ou aparência.

Assim como pensa em teu coração, assim és tu.



VII Raio de Magia e Ritual – Urano
Não Evoluído: A desordem e a exagerada atividade vistas como algo original. Extravagância e perversão. O raio VII está muito conectado com a matéria e o poder das formas, (chacras sacro e raiz) daí sua capacidade para dominar o meio ambiente de forma egoísta, magia negra.
Evoluído: A ordem e a correta atividade produzem magia branca. Sua conexão com a realidade é total, não conhece o apego e pode manifestar vontade espiritual. Para a astrologia esotérica Urano é o Mago Branco e sua qualidade básica é a capacidade de manifestar o divino através da Matéria. Daí que na entrante Era de Aquário de VII raio se fale tanto da manifestação material do reino de Deus na terra.
Urano: As revoluções, originalidades, cerimônias, serviço social, grupos, magia, eletricidade, pedras preciosas, internet, ocultismo… aplicadas com dinâmica e efetividade. A luz da geometria, a irradiação do “brilhante”.


VI Raio de Devoção e Idealismo – Netuno (plexo solar)
Não Evoluído: Para um ser não evoluído Netuno se mostra através de um Marte egoísta: Suspeitas, violência, fanatismo, personalidade exagerada, o guerreiro Marte é um planeta não sagrado regido pelo VI Raio. Esta energia não evoluída confere supremacia ao aparente (espelhismo emocional).
Evoluído: aqui a qualidade do VI Raio (Netuno) aparece através da capacidade de ser amoroso, empático, ter personalidade generosa, ser pacífico, devocional e corretamente dirigido. Marte transmutado, o guerreiro interior, a coragem divina, sentimento místico.
Netuno: a flexível imaginação amorosa. O ideal do Coração de todos.


V Raio de Ciência concreta – Vênus
Não Evoluído: Um excesso de devoção à forma - matéria das coisas. Capacidade de analisar para separar, intenção de adquirir, possuir. A mente inferior destruidora do real, crítica, separatista. A consciência não evoluída utiliza a qualidade de pensar e analisar para obter atividade material.
Evoluído: Luz na mente, relação correta com nossa Alma através de uma mente sábia. O poder de avançar, de não cair em espelhismos nem ilusões infundadas. Atitude, frente às experiências da vida, cheia de sabedoria. Saber antes de falar e fazer. Na bíblia a qualidade positiva de Vênus se expressa na frase: “E Deus viu que era bom”.
Vênus: Relação das dualidades através do centro ajna, atitude harmônica, mente dirigida. O pensar do coração.


IV Raio de Harmonia no conflito – Mercúrio
Não Evoluído: confusão, constante luta, crise, instabilidade, “compreensão ou curiosidade exagerada” por “algo” que não é útil para a Alma, falta de equilíbrio.
Evoluído: Equilíbrio que evoca a intuição. Harmonia, unidade, expressão da beleza da Alma. Mercúrio esotericamente é a “grande curiosidade” capaz de unir as dualidades internas e assim conquistar maior harmonia entre o superior e o inferior.
Mercúrio: a capacidade de unir o “céu com o inferno”


III Raio de Inteligência prática – Saturno (chacra – garganta)
Todos os raios-planetas têm sua lei inquebrantável, mas talvez seja neste III raio-Saturno onde a Lei é mais exigente, já que esta energia tem uma relação direta com a qualidade mais desenvolvida na Matéria: Inteligência – Prática (reação naturalizada). Como diz o ditado: “uma macieira não pode dar peras, mas maçãs”.
Não Evoluído: manipular forças (pensamentos, emoções …) através do desejo ou do medo e com intenções egoístas. Atividade excessiva, anseios materiais, ilusão, maya.
Evoluído: Manipular forças para revelar a verdade e a beleza, atividade ordenada, correta ação, boa vontade. Serviço inteligente e prático.
Saturno: a oportunidade de servir à humanidade de forma real e eficiente. Evolução real graças à possibilidade de compreender a experiência “difícil” como uma oportunidade (Inteligência prática).


II Raio de Amor e Sabedoria – Júpiter (chacra coração)
Este é o raio matriz deste universo, daí a “grandeza de Júpiter”. O último propósito deste universo é expressar a plenitude do Amor. Todos os raios e formas de expressão estão matizados por este grande raio, já que todos vivem no mesmo universo. Por tanto, todos os 7 Raios têm o matiz de Amor.
Não Evoluído: Poder de construir para fins egoístas, realização destes fins. Capacidade de sentir, mas ao mesmo tempo de ser “frio”, distante. Fazer as “coisas” para que as pessoas gostem dele.
Evoluído: Capacidade de construir - ensinar através da compreensão e da palavra a favor do Plano – Humanidade. Sensibilidade ao todo, inclusividade. A iluminação. A correta linguagem graças à sabedoria adquirida. Amor dirigido.
Júpiter: a expansão do amor que compreende e inclui.


I Raio de Vontade e Poder – Vulcano - Velado pelo Sol. (chacra coronário).
Não Evoluído: Desejo centralizado, capacidade de dominar, controlar, destruir, de estar isolado, sem amor…. de fato nas personalidades egoístas este raio se expressa através de uma personalidade (Sol) excessiva e/ou com um Plutão controlador centralizado.
Evoluído: A palavra chave é Vida, o raio um (Sol-Vulcano) evoluído é um ser dinamicamente ativo, vital, com intenção de servir a humanidade, e capaz de compreender a qualidade amorosa da destruição e do poder. Destrói para poder dar liberdade ao amor construtor. Includente do próprio ser vital. Plutão (não sagrado): Este planeta está relacionado com o chacra raiz e sua capacidade de transmutar a matéria. Quer dizer, a kundalini é despertada quando chega o momento através da influência do centro coronário, sua intenção é destruir e purificar, e é despertada quando chega o momento graças à correta atitude mental.
Sol – Vulcano: A máxima energia a serviço do bem. Vontade para o bem: Vulcano.





Saber relacionar honestamente estes 7 raios-planetas com os nossos 7 chakras de expressão  de força e suas 3 distintas consciências diretoras, personalidade - alma - espiritu, é um dos primeiros passos que deve dar aquele que pretende seguir o aforismo grego: “conhece-te a ti mesmo”.

Não é difícil… a palavra-chave é “simplicidade”


David C.M.


2 comentários:

  1. Prezados Senhores,

    Poderiam me esclarecer sobre qual é a diferença entre o sistema acima onde os sete planetas sagrados são (Vulcano, Mercúrio, Vênus, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno) e o sistema usado pelos hermetistas dos quais destaco Paracelso cuja doutrina estava baseada num sistema de sete planetas formado por (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Jupiter e Saturno).
    Porque existem esses dois sistemas?
    Porque há planetas em comum entre os dois?
    Como devem ser utilizados?

    Desde já agradeço a atenção

    Alceni

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Alceni, mi respuesta será en Español, gracias por tu interesante pregunta.

      La respuesta es sencilla, porque nosotros basamos nuestro estudio en el libro ASTROLOGIA ESOTERICA de Alicer Bailey, en el cual, si lo lees, verás que al final de cada capitulo de los 12 signos se hacen referencias a Paracelso y Alan Leo.

      El sistema propuesto por Alice Bailey es esotérico, es decir NO es valido para los deseos de la personalidad y SI lo es para las necesidades del Alma.

      Todos los sistemas son buenos, la astrología es una ciencia en evolución, y para estudiarla uno debe decidir el sistema que cree mejor para sus necesidades de estudio.


      Para nosotros el Sol y la Luna NO son planetas.

      Signo Ascendente es la referencia para el Alma (el signo mas importante del horóscopo)

      Signo Solar son las fuerzas personales

      Signo Lunar las tendencia karmicas

      Vulcano está velado por el Sol, (el 1 o la voluntad constructora que se amagada tras el poder solar). Vulcano será descubierto cuando la humanidad este preparada para comprender su poder.

      Mercurio (el 4 o intuición - razón - mente)

      Venus (el 5 o el correcto análisis mental manifestado como belleza en la forma)

      Tierra (No es un planeta sagrado - es el 3 desde la experiencia practica en la materia)

      Marte (No es un planeta sagrado - es el 6 o la acción que trae consigo la devoción/deseo)

      Jupiter (el 2 la expansión - generosidad - el gran benefactor)

      Saturno (el 3 la ley o sentido practico - karma - oportunidad)

      Neptuno (el 6 ideal motivador - misticismo)

      Urano velado por la Luna, (el 7 o la expresión divina a través de la forma lunar)

      Plutón es un planeta NO sagrado, es también el 1 pero destructivo (su poder es la transformación regente de casa 8).


      Un abrazo

      Excluir