quarta-feira, 26 de novembro de 2014

O 1º RAIO DE VONTADE E PODER NO HORÓSCOPO





Introdução

No estudo a seguir pretendemos demonstrar que o raio da Alma de um sujeito pode ser detectado em seu horóscopo, sempre e quando se tratar da carta natal de uma consciência muito destacada em seu próprio âmbito de expressão.
 
Lembramos que já há um primeiro estudo, “O reflexo do IV Raio no horóscopo” publicado em 29-08-14.


Os 7 Raios
Os 7 Raios são as 7 Energias Divinas que interpenetram todo o universo, oferecendo um sem fim de matizes criadores em suas interações com a matéria básica.

A astrologia esotérica entende que estas 7 energias principais chegam ao nosso sistema solar através das qualidades das 12 signos do zodíaco, concretizando sua definitiva influência no aspecto mais material que representam os planetas.

De um ponto vista psicológico, o ser humano, com seus múltiplos aspectos, como são o Espírito, a Alma, e a Personalidade, com sua Tríade inferior, Mente, Emoção e Corpo Físico, logicamente também está interpenetrado por todas estas energias, embora neste estudo só centraremos nosso esforço para descobrir o tipo de raio que rege o aspecto Alma, que é a consciência mediadora entre a Mônada (espírito) e a Personalidade (Tríade inferior), daí a importância de seu reconhecimento. 





Método de estudo

Para podermos compreender melhor o reflexo do raio da alma em um horóscopo, primeiramente fixaremos a nossa atenção reflexiva em uma afirmação feita pelo Mestre DK – Alice Bailey, para posteriormente investigarmos nos horóscopos relacionados com referida afirmação o reflexo do raio correspondente.

Concretamente a afirmação sobre a qual basearemos este segundo estudo foi extraída do livro “Psicologia Esotérica I”, e faz uma referência explícita ao 1º raio de Vontade e Poder:

O método característico deste 1º raio para empreender a grande Busca se fará mediante a força da vontade. Um homem desta natureza poderia, por assim dizer, arrebatar o reino dos céus "pela violência", observamos que o dirigente nato pertence a este tipo de raio, total ou parcialmente. Produz o chefe supremo, como Napoleão ou Kitchener”.








Os Três signos-chave para o 1º Raio

Áries – Leão – Capricórnio segundo nos diz o livro “astrologia esotérica” de Alice Bailey, são os três signos portadores do 1º Raio de Vontade e Poder ao nosso sistema solar, e realmente estes três signos, na astrologia mais tradicional, entre outras coisas, se caracterizam por sua grande capacidade de expressar o poder diretor de forma implacável.

Seu significado Esotérico:

  • Áries é o poder de ser o primeiro, a primeira ideia ou impulso condicionante que promove a manifestação. A existência e sua verdadeira intenção.

  • Leão é o poder da luz interna ou autoconsciência própria. O indivíduo que percebe, se reconhece, é, e expressa com eloquência, seu “eu sou”.

  • Capricórnio é o poder de concretizar na matéria básica. A Lei que condiciona as estruturas da matéria. É, portanto,, o campo para que o genuíno primeiro impulso de Áries promova a experiência que permitirá ao Leão a aquisição de maior autoconsciência.

Simbolicamente e entendido de forma geométrica, podemos dizer que Áries pertence ao Espírito, Leão à Alma e Capricórnio à Personalidade. 1-2-3.


O papel dos Planetas regentes

Os planetas regentes dos três signos acima mencionados são muito importantes a ter em conta na análise final, embora em si mesmos não representem o 1º Raio, que são os portadores, através de suas regências e colocação por signo, da definitiva razão de que os 3 signos transmissores do 1º Raio possam ostentar na totalidade do horóscopo.

Apresentamos a tabela de regências, base dos nossos estudos, proposta por Alice Bailey em seu livro Astrologia Esotérica.


Tabela de regências

Constelação   Ortodoxa     Esotérica      Hierárquica

Áries                  Marte               Mercúrio            Urano
Touro                Vênus               Vulcano              Vulcano
Gêmeos              Mercúrio          Vênus                 A Terra
Câncer              A Lua                Netuno               Netuno
Leo                    O Sol                 O Sol                  O Sol
Virgo                 Mercúrio            A Lua                Júpiter
Libra                  Vênus                 Urano                Saturno
Escorpião           Marte                 Marte                 Mercúrio
Sagitário             Júpiter                A Terra               Marte
Capricórnio        Saturno              Saturno               Vênus
Aquário              Urano                 Júpiter                 A Lua
Peixes                 Júpiter                Plutão                 Plutão





Os dois planetas do 1º Raio de Vontade e Poder

Plutão e Vulcano são os dois planetas que concentram a influência do 1º raio em nosso sistema solar.

  • Plutão é o aspecto mais transformador (destruidor) deste raio. Ele é capaz de revitalizar o corpo inteiro (etérico-emocional-mental) através de seu poder de fazer “morrer e renascer”. Na lenda, Orfeu busca no reino de Plutão a sua alma perdida.

  • Vulcano é o aspecto mas construtor do 1º raio. Sua qualidade é a persistência para uma vontade que nos aproxime do Ser em maiúscula. Sua constância é a modeladora do “como” deve ser expresso o propósito que toda Vida carrega em si mesma.

Neste estudo não vamos nos concentrar em demasia em Vulcano, este planeta inter-mercurial não foi descoberto, e seu significado ainda é profundo e difícil de entender. É dito que um planeta é descoberto quando uma parte importante da consciência da humanidade está capacitada para compreendê-lo.

Para a astrologia esotérica, seu significado em um horóscopo está velado pela Lua ou o Sol, a luminares não são planetas e o poder subjetivo de sua luz, segundo o nível de consciência do sujeito a estudar, nos dá informações sobre o papel que um Vulcano ativado exerce em referida consciência; mas devido à complexidade deste tipo de interpretação, neste estudo, a não ser que apareça um Touro muito forte, não serão tidos em conta suas regências ou aspectos.





11 Exemplos para a análise

Para o estudo relacionado com o texto de Alice Bailey, escolhemos 11 dirigentes, ditadores, revolucionários, imperadores …, de grande renome histórico, com a intenção de encontrarmos em seus horóscopos o reflexo do 1º raio.

Antes de começar, aconselhamos a olhar os horóscopos com amplitude, como um todo, onde nossa mente possa prestar atenção nos 3 signos mais condicionantes e seus planetas, por cima das casas e aspectos planetários. O que mais nos dá a saber com que facilidade ou dificuldade (aspectos) ou através de que âmbitos ou situações (casas) se expressaram os donos destes horóscopos, se já sabemos de antemão pela informação histórica que a energia foi generosamente manifestada?.

Assim pois, é o matiz das constelações que nos acerca das 7 qualidades divinas do universo, e são os planetas com suas definitivas regências e/ou presença angular que concretizam o resultado final.


Exemplos 


1- Julio Cesar
Não temos o ascendente do Horóscopo deste grande imperador romano, mas mesmo assim é possível observar um Capricórnio muito forte, com presença de Saturno oposto ao Sol. Por outra parte, o regente esotérico e hierárquico de seus planetas em Câncer é Netuno em Áries, e o regente hierárquico de Áries é Urano em Capricórnio. Finalmente, Vênus em Leão é regente da Lua em Libra e regente hierárquico de Saturno em Capricórnio. A Lua é aspectada por Plutão.





2- Carlos Magno

Mostrando 1 rayo charlemagne.gif
É claramente evidente o poder que exercem Leão-Capricórnio-Áries neste horóscopo, com uma Lua aspectada por Plutão e um Urano e Saturno angulares. As linhas regentes também derivam nos três signos principais.



3- Alexandre o Grande


Também é claramente evidente o poder que exercem Leão-Capricórnio-Áries. Pluton dominante e Urano regente hiérarquico do Aries.





4- Napoleão I



No horóscopo do grande imperador francês não se detecta a presença de Áries, mas sim de um planeta Marte poderosamente aspectado. O ascendente está regido por Marte em Virgem, regido exotericamente por Mercúrio em Leão angular, e esotericamente pela lua em Capricórnio. Leão está pleno de poder na casa X com o Sol. Capricórnio contém Plutão e a Lua oposta a Saturno.

Por outro lado, sabemos que Napoleão foi uma personalidade de 4º Raio de Harmonia no Conflito. Os signos transmissores deste Raio, como já dissemos no primeiro estudo, são Touro-Escorpião-Sagitário, e na verdade estes signos estão presentes neste horóscopo, embora, e isto é muito importante, a linha final de seus regentes nos conduza a Leão ou Capricórnio, portanto a energia diretora final, seja a personalidade consciente disso ou não, é a do 1º Raio de Vontade e Poder.

Este é um exemplo claro da necessidade de dar muita importância aos regentes dos signos mas proeminentes. E neste caso Leão-Capricórnio se impõem a Escorpião-Touro. Isto não implica em que os matizes do Ascendente Escorpião não sejam os que a Alma de Napoleão necessitou para avançar. Nas reflexões astrológicas, a intuição ou síntese alcançada posteriormente se deve dividir em suas diferentes partes, para aprofundar na análise que nos acercará de uma realidade mais concreta




5- Simon Bolivar
No horóscopo do “libertador” venezuelano também é muito evidente o poder dos três signos (Leão-Capricórnio-Áries) transmissores do 1º R. Saturno e Urano voltam a ser angulares, e a Lua é aspectada em trino por Plutão.





6- Herbert Kitchener
No horóscopo do militar e dirigente britânico há também uma participação clara dos três signos, estando o sol regido pela Lua em Capricórnio, Saturno em Áries e Marte em Leão. Netuno, o regente esotérico e hierárquico do poder que ostenta Câncer no horóscopo, está regido por Plutão em Áries. A Lua é apectada por Plutão.

7- Mao Tse Tung
No horóscopo do líder da revolução chinesa, Capricórnio e o Leão mostram grande poder, Áries não tanto, embora nele resida o nodo norte, e Marte é  regente exoterico do  horóscopo. Saturno e Urano se mostram angulares, e a Lua, regida pelo Sol em Capricórnio, é aspectada por Plutão.



8- Emiliano Zapata
Novamente é evidente o poder angular e planetário dos três signos Leão-Capricórnio-Áries na carta natal do líder máximo da revolução mexicana. Capricórnio é o mas débil porque só conta com a presença do nodo norte, mas Saturno, seu regente, se mostra muito poderoso. As energias taurinas aqui são destacadas, Vulcano, regente esotérico e hierárquico de Touro, como planeta inter-mercurial sempre está muito próximo ao Sol, portanto Leão é o regente de Touro. A energias de Virgem são regidas esotericamente pela Lua em Áries.



9- Adolf Hitler
Claramente de novo os três signos Leão-Capricórnio-Áries transmissores do 1º Raio destacam neste horóscopo, junto com a presença de Touro, signo regido por Vulcano, que muito bem poderíamos situar entre o Sol e Mercúrio em Áries. Novamente aparecem um Saturno e Urano angulares. Plutão não exerce um papel destacado. Como já foi dito no estudo individual feito em artigos passados deste horóscopo, Leão através de Saturno exerce um papel primordial.



10- Otto Von Bismarck

No horóscopo do dirigente germânico, novamente os três signos Leão-Capricórnio-Áries ocupam os lugares mas importantes do horóscopo. Saturno angular e Vênus em Touro exercem um papel importante na totalidade. O regente esotérico do Sol, Mercúrio, está em conjunção com Plutão.


11- Helena Blavatsky

Acrescentamos o horóscopo de Helena, porque primeiramente sabemos de antemão que foi uma Alma de 1º Raio, mas também porque em sua experiência vital teve que mostrar grande capacidade de dirigir.

Em Seu horóscopo podemos detectar uma grande presença dos três signos Leão-Capricórnio-Áries transmissores do 1º Raio, mas o que mais chama a atenção é que Netuno, o regente esotérico do ascendente ou a energia zodiacal que “ajuda” a Alma em determinada vida, se situa em Capricórnio em cúspide angular. Isto nos fala de uma Alma de 1º Raio (Capricórnio), com uma grande presença externa (regente esotérico do ascendente angular), muito motivada por um ideal ou devoção (Netuno).
Plutão, o portador do 1º Raio, desde Áries na casa X aspecta poderosamente a Lua.








7 Observações finais

Nesta sequência de horóscopos de grandes “dirigentes natos” foi possível detectar:

1 - Uma grande presença de Áries-Leão-Capricórnio, onde muitas vezes se situa um dos dois luminares ou signo Ascendente, e/ou planetas determinantes por regência da totalidade do horóscopo.

2 - Uma Lua muito capricorniana.

3- Uma Lua com frequência aspectada por Plutão. Este aspecto, de uma perspectiva psicológica evoluída, dá a entender um dom natural que permite uma constante revitalização das formas expressivas, mas básicas. O instinto natural pode ser submetido à vontade transformadora. A prisão da Alma (corpo físico) pode ser “violentada” por própria vontade, daí o aspecto escuro da relação quando afeta a consciências excessivamente materialistas, mas na verdade pode ser uma relação muito purificadora, como Mozart, sem ser uma alma de 1º R, foi uma  alma de 4ºR, extraiu sua grande capacidade de constante renovação ou motivação criativa deste aspecto tão presente e importante em seu horóscopo.

4 - Um Sol com frequência leonino e angular.

5 - Um poderoso Saturno, e com frequência também um Urano, angulares.

6 - Certa poderosa presença de Touro, onde Vulcano, seu regente, deve ser sempre analisado da posição solar.

7- Não aparece a cruz mutável nos ângulos (Asc, Mc), dando a entender que os donos destes horóscopos tinham certa incapacidade para ser flexíveis; embora do aspecto positivo, dê a entender uma fixação constante (cruz fixa) e poder ativo (cruz cardinal) para um propósito ou vontade.


Conclusão

Pensamos que para detectar o poder de um raio determinado em um horóscopo, primeiramente é condição básica nos assegurarmos de que a carta natal a estudar pertence a uma consciência muito destacada em seu âmbito de expressão social. A maior consciência e poder de expressão, maior reflexo das qualidades divinas no horóscopo. Uma vez assegurado isto, se faz necessário realizar simultaneamente duas análises astrológicas:


1- Visualizar o poder de síntese dos 3 signos transmissores do raio a estudar, para depois, através das regências finais, descobrir seu poder real no horóscopo em questão. 

 
2- Detectar o tipo de qualidade ou significado do planeta/as cúspide – angular (si é que há) e suas regências finais.






David.C.M. (logos.astrologiaesoterica@gmail.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário